Marketing Digital

,

Marketing Digital
O que é Marketing Digital?

São as ferramentas de comunicação utilizadas pelas empresas através de
Internet, telefonia celular, e outras mídias digitais para divulgar, comercializar,
produtos, empresa, prospectar clientes, expandir a rede de relacionamentos, abrir
canais de comunicação, etc.
Algumas ferramentas são trabalhadas na mídia para o desenvolvimento do
marketing digital, como por exemplo, a tecnologia da ferramenta em flash, que é
bastante utilizada em hot sites promocional de produtos e serviços, dando assim um
destaque especial a um mote, ação de venda, campanha de marketing, etc.
Porém é importante ressaltar que o conteúdo em flash deve ser utilizado em
casos específicos como citados acima, e não em um site como um todo, pois isso
dificulta a localização pelos sites buscadores, ou seja, em uma pesquisa de
buscador a empresa não é classificada com um bom posicionamento na busca,
devidos aos dados utilizados pela ferramenta Flash.
Outra ferramenta também importante no marketing digital é o marketing de
busca. Com o advento do Google, o mercado de mídia mudou definitivamente. O
usuário, ao realizar uma busca, tornou-se poderoso quanto à publicidade que quer
visualizar, pois ele decide em qual resultado da busca irá clicar, ou seja, no
resultado mais relevante para ele.
O marketing de busca utiliza estratégias para posicionar o(s) site(s) de sua
empresa nas primeiras colocações do Google. Há duas maneiras para colocar sua
empresa no Google: Através dos Links Patrocinados (AdWords) e da Otimização de
Sites (SEO - Search engine optimization). A primeira, são técnicas para criar os
anúncios pagos do Google e a segunda, são técnicas para organizar o conteúdo e
estrutura do site de modo que o site seja encontrado pelo seu potencial cliente no
momento que ele faz uma busca.
Existem outros players de links patrocinados como o Yahoo!Search Marketing
e o UOL Links Patrocinados.

Blogs, Redes Sociais e Web 2.0

A facilidade de publicar conteúdo na internet está transformando o
consumidor de um canal receptor para um emissor de informação. Desde a criação
de fãs clubes, comunidades, elogios e reclamações, e qualquer informação antes
restrita a poucos, agora é pública e interfere na opinião de outros consumidores.
Aprender a interagir com estes consumidores é um dos desafios do atual profissional
de marketing.
As tendências de marketing estão mudando com advento de comunicação da
Web 2.0, wikis, redes sociais, blogs, dentre outros, que promovem novas interações
dos internautas no ciberespaço. A nova tendência de pesquisar mercados, divulgar
produtos, serviços e marcas corporativas nesse ambiente virtual é que podemos
definir como o objetivo principal do Marketing Digital.
Essa ferramenta não é só utilizada por pequenas empresas que buscam um
menor investimento em mídia e publicidade na era digital, mesmo grandes empresas
utilizam essa ferramenta, afim de criar um relacionamento mais “intimista” com seus
clientes, enquanto também consegue avaliar, suas necessidades, e avaliar a
concorrência.
Podemos ver esse tipo de interatividade maior entre empresas e clientes
através de redes socias, como Orkut, Facebook, Twitter, etc.
O seu potencial não é só a comunicação e informação, mas funciona cada
vez mais como um instrumento de venda.
Enumeram-se algumas vantagens da utilização da internet na estratégia de
marketing:
1. Permite uma maior acessibilidade – comunicação 24h/dia,
7dias/semana, 365dias/ano;
2. Melhora e possibilita a personalização na individualização das
mensagens;
3. Cria uma enorme interatividade com os seus clientes e os que
são potenciais. Isto, porque o receptor/cliente pode selecionar a
informação e comunicar como melhor entender com o
emissor/empresa;
4. Permite quantificar, avaliar de imediato e de forma viável o
impacto da estratégia de comunicação com o mercado;
5. O baixo custo associado a essa comunicação que se vai
multiplicando uma vez que o número de utilizadores vai
aumentando.
Com tudo o que está descrito, muitas vezes as suas potencialidades não são
totalmente aproveitadas, sobretudo quando estamos a falar na interacção com os
consumidores.
Cerca de 66% das empresas estão presentes com ações de marketing nas
redes sociais, 92% delas utilizam o Twitter em ações de marketing.
A seguir podemos visualizar o crescimento de redes no Brasil e no mundo:
As estratégias de Mark Zuckerberg estão fazendo efeito, os gráficos da Social
Bakers apontam um crescimento repentino do número de usuários brasileiros no
Facebook entre março e abril.
O Brasil teve dois grandes acontecimentos. O primeiro ocorreu no dia
04/04/2011 para o dia 05/04/2011, passamos de pouco menos de 13,5 milhões para
quase 16 milhões de brasileiros. São 2,5 milhões de usuários do dia para a noite, um
aumento de 18%. Dez dias depois, outro salto, dessa vez mais tímida, mas
repentinamente o Facebook ganhou 300 mil adeptos de um único país.
Dados gerais de crescimento do marketing Digital no Brasil:
2 Milhões de usuários de internet no Brasil. (33% da população acessa a
internet.) Fonte: IBOPE
O número de usuários de internet cresce 22% ao ano. Fonte: IPSOS
60% dos jovens brasileiros estão online. Fonte: IPSOS
A internet tem alcance de 85% de penetração entre jovens e adultos de
classe A e B.
38
O brasileiro é o que passa mais tempo na internet no mundo. Ficam em média
conectados 20h/semana Aparecem em 1° lugar, seguidos dos japoneses e
americanos. Fonte: IBOPE/iMasters
Hoje já se vendem mais computadores que TV’s no Brasil. Fonte: IPSOS
Um, em cada três brasileiros já estão conectados na Internet. São 70 milhões
de pessoas, números que só vem aumentando. Pesquisas mostram que só em
2008, 12 milhões de Pcs foram vendidos. Isso é exatamente toda a população da
Megalópole Tóquio.
O brasileiro gasta, em média, 23 horas, e 12 minutos por mês conectado a
Internet, esse é o tempo exato da nossa viagem de volta Tóquio a São Paulo.
Entre esses brasileiros 77% fazem parte de redes sociais. E os brasileiros
gastam em média 6 horas por mês em baladas, em redes sociais eles gastam 20
minutos à mais .
Tudo isso acontece em um contexto onde as redes sociais agregam mais de
55 milhões de usuários.
Se o Orkut fosse um estado brasileiro ele teria a melhor população do país,
teria um número de habitantes muito maiores que a Argentina inteira.
Paralelo ao Orkut a audiência do Facebook no Brasil cresceu 40% de maio a
junho de 2009.
A cada ano 492.750 horas de conteúdo são publicados no Youtube, se
compararmos com a realidade das TVs abertas, a rede globo no mesmo período
produz apenas 4.500 horas de conteúdo.
E os brasileiros já são a segunda maior audiência no Youtube.
36% dos nossos internautas “sobem” (Upload) vídeos e fotos todos os dias.
E nessa corrida por audiência na web, o Brasil já é o quarto País onde mais
se lê blogs.
2.600.000 brasileiros atualizam diariamente seus blogs.



Um volume de conteúdo infinitamente superior aos 123 autores que tem seus
livros publicados todos os dias no país.
As redes sociais têm crescido muito. O Twitter, por exemplo, cresceu 1382%
em 2008.
São Paulo é a quarta cidade do mundo que mais usa Twitter. Uma audiência
jovem e qualificada.
Pesquisas apontam 52% dos usuários de redes sociais já interagiram com
marcas nestes ambientes.
80 % de pessoas confiaram em recomendações de compras feitas por
amigos.
Prova mais do que concreta do poder das redes sociais.



Fonte: http://news.yellowpagesbrazil.net/?cat=3


Para uma empresa implementar o marketing na internet, necessita antes de
tudo identificar o público-alvo, isto é, os alvos da comunicação serem utilizadores da
internet. A estratégia de marketing na internet deve estar em consonância com a
estratégia de marketing definida na empresa, isto é: com o seu posicionamento, com
os seus segmentos-alvo e coerência com acções de comunicação que a empresa
efetua.
Como objetivo, deve-se criar um canal de vendas, dar a conhecer a empresa
e produtos, potenciar a sua imagem e notoriedade, criar valor acrescentado aos
seus clientes e no caso de pretender internacionalizar-se, deve ter uma forte
presença na Web alargando a sua área de influência no negócio.
Modelo baseado no marketing relacional que se traduz na relação entre duas
empresas B2B (business to business) ou entre a empresa e o consumidor (business
to consumer) B2C. Este modelo relacional evoluiu com a era digital, tornando a
hipótese de escolha mais aproximada a cada um dos consumidores. A capacidade
de agrupar clientes com gostos ou preferências semelhantes permitiu melhorar a
oferta nas campanhas de marketing.
Tornou-se banal o envio de publicidade via e-mail (devido ao baixo custo), por
este motivo esta ferramenta tem sido alvo de cuidado acrescido para que não seja
banida de forma automática como publicidade não desejada (spam) , porem ela
ainda continua liderando o Ranking conforme observa-se informaçõea a seguir:
E-mail marketing é a ação mais realizada pelas empresas, presente em 80%
delas, seguido por redes sociais com 67%, Links Patrocinados com 53% e anúncios
em sites segmentados, com 45%.
Para Walter Sabini Junior, CEO da VIRID Interatividade Digital, empresa
especializada em envio e gestão de e-mail marketing, a pesquisa reitera a
notoriedade do e-mail marketing no planejamento de marketing das companhias.

Trabalhamos com e-mail marketing desde 2006 e pudemos acompanhar toda a evolução
desse canal, enfatizando a importância das boas práticas e da relevância de conteúdo. Formamos
empresas em relação ao aculturamento no bom relacionamento digital que deve existir e o e-mail
marketing caminha rumo à consolidação. A pesquisa foi fiel a um objetivo que buscávamos e
comprova a efetividade das ações digitais por esse meio”, explica Sabini.
O e-mail marketing continua sendo a ferramenta mais importante dentro do marketing digital,
mesmo com todo o potencial das estratégias SEO e SEM e de mídias sociais. É uma ação certa de
que o usuário irá receber a propaganda, e ao menos passar o olho por ela. Pode ser que algo
interesse momentaneamente, ou que lhe venha à memória algum tempo mais tarde”, afirma Bruno
Mello, editor executivo do Mundo do Marketing.
Levantamento da Pesquisa Marketing Visão 360º, realizada pelo Mundo do
Marketing em parceria com a TNS Research International, aponta que 90% das
empresas no país realizam algum tipo de ação de marketing digital.

Economia

O Marketing Digital é uma das formas mais econômicas e eficazes de se
realizar propaganda e alavancagem de sua marca.
De todas as formas conhecidas de Marketing, o Marketing Digital está no
topo, encabeçando a lista dos mais econômicos. Devido à possibilidade de
direcionamento para o público-alvo, aumentando a eficácia da campanha, o
Marketing Digital vem crescendo e com custos baixos, quando comparamos com
outras formas de Propaganda.
O futuro do mobile marketing

As ações de mobile marketing prometem ganhar mercado em 2011. Em fase
de desenvolvimento, somente 22% das empresas realizaram alguma ação em 2010.
Porém, a expectativa é que 54% das empresas devam usar a ferramenta esse ano.

Para os próximos anos a principal tendência é a inclusão do Marketing em
redes sociais (facebook, twitter, orkut entre outras).
A maioria das empresas, tanto varejo quanto atacado, já estão se adequando
nessas tendências para que não fique para traz em relação aos concorrentes, vale
lembrar que o índice de emprego nessa área também vem crescendo, já que há
uma necessidade grande de atualização a todo o momento. Os profissionais vão ter
um grande desafio pela frente, pois vai ser necessária muita criatividade e tecnologia
para acompanhar essas tendências.
Para Philip Kotler, "Tendência é uma direcção ou sequência de eventos que
ocorre em algum momento e promete durabilidade" (Kotler, Philip 1998).
Em 2011, de acordo com a Elance, as empresas devem continuar migrando
recursos originalmente usados em estratégias como o marketing direto e
telemarketing. O alvo, agora, serão as mídias digitais.

A geração Y

Existe uma legião de indivíduos que estão transformando conceitos e
acelerando a dinâmica do espaço on-line. De certa forma, essas pessoas parecem
estar utilizando o virtual para arquitetar mudanças. Eles são chamados de Geração
Y – talvez mais conhecidos como Geração Internet – e já estão por aí, disseminando
uma cultura diferente daquela que se via há mais de 15 anos.
 Varejo On line
O índice do varejo on-line (VOL) alcançou o montante de R$ 506,5 milhões no
mês de Maio/2004 somente no Brasil. O montante acima equivale à 2,9% do varejo
total do país segundo dados do IBGE.
Atualmente a população do Brasil é de 174.5 milhões de habitantes, sendo
que desta população, aproximadamente 6.0 milhões possuem acesso à internet
(Neilsen NetRatings - 12/2004).

 Email Marketing

O Email Marketing uma ferramenta completa para gerenciar campanhas de email.
Com ela fica muito mais fácil potencializar suas vendas, fidelizar sua base de
clientes e manter ativa sua participação na web.
Separamos sete dicas sobre o layout de e-mail marketing para obter mais
eficácia no retorno.
Dica 1 – E-mail marketing com uma grande imagem de impacto é legal?
-74% dos e-mails são recebidos com imagens bloqueadas. Por esse motivo, o
layout do seu e-mail marketing não deve ser deve ser apenas uma grande imagem,
pois, muito provavelmente, o que seu cliente vai receber é o famoso “x” vermelho
com a frase: “Clique aqui para exibir a imagem”.
Dica 2 – Vamos usar o que há demais moderno na versão do Html?
Considerando que os programas de e-mail são muitos (diversas versões de
Outlook, Apple Mail etc.) e que os Web Mails como (Gmail, Yahoo, Hotmail, Uol, Bol
etc.) também existem em uma quantidade enorme, o seu código html deve ser o
mais básico possível.
Dica 3 – A página ímpar do seu html.
O painel de leitura é a área de 3 cm a 5 cm que o usuário irá ver do e-mail
recebido, sem abri-lo. Essa é a sua página ímpar, o horário nobre do seu e-mail
marketing.
Dica 4 - Como colocar as imagens no corpo do seu e-mail?
Como visto na primeira dica, as imagens geralmente não são mostradas para
o usuário. Isso não significa que você não deva colocá-las. O que deve ser feito é
construir um layout que seja compreensível e agradável, mesmo sem a exibição
delas.
Dica 5 – Onde usar seus links no seu layout?
Muitas pessoas usam os links apenas nas imagens, o que é um erro. Como
as imagens nem sempre são exibidas, a melhor maneira é colocar o link no corpo do
e-mail, através de botões em html que servem como iscas, ou ainda, simplesmente,
colocá-los em formato de texto.
Dica 6 – Descreva suas imagens
Já que as imagens nem sempre são mostradas, há uma forma de tentar
chamar a atenção do usuário colocando uma descrição interessante para estimular
as pessoas a exibi-las.
Dica 7 – Pirotecnia no layout
Alguns profissionais de design insistem em mostrar suas habilidades criando
flashs, ou gifs animados que são visualmente atrativos aos olhos de qualquer ser
humano. O problema é que, na era html 4 em que vivemos hoje, eles não são
exibidos em todas as plataformas.


Em resumo:
Nesta crescente onda da internet, cada dia mais, quem não for eficiente em
posicionar-se com uma boa campanha de marketing na web estará fadado a
fracassar em um mercado altamente lucrativo e promissor.
Visão de futuro;
Missão organizacional;
Finalidade básica;
Filosofia;
Valores.

 

Acadêmicos Marketing Copyright © 2011 -- Template created by Academia marketing -- Powered by Paula Sousa