terça-feira, 1 de novembro de 2011

Os 5'S da Administração

,

Os 5´s nada mais é do que simples conceitos cuja sua aplicação pode implicar na mudança de conduta das pessoas envolvidas, além das relações com o trabalho, ambiente e focar de forma diferente as rotinas do dia a dia e direcionar as atitudes dos envolvidos.
Sua aplicação pode ser dada em diversos setores da sociedade como dentro de casa, nos desafios da vida ou nos negócios, sendo que o propósito é sempre adaptar e melhorar as condições atuais.
Para que os métodos dos sensos funcionem, as pessoas devem estar dispostas a usar a disciplina e colocar em prática o conhecimento para que se possa obter o resultado, com a solução dos problemas.
Os sensos são os seguintes: Senso de Utilização (SEIRI), Senso de Ordenação (SEITON), Senso de Limpeza (SEISO), Senso de Saúde (SEIKETSU), Senso de Autodisciplina (SHITSUKE) e Senso de Utilização (SEIRI)
Os itens próximos às pessoas, nas suas baias de trabalho, devem estar dispostos de acordo com a necessidade momentânea. O Senso requer a classificação dos itens de trabalho, atenção para definir o que é essencial para o trabalho, separação do que é útil utilizar no momento, do que é necessário guardar para uso posterior e ter em mente em manter próximo a si somente o conteúdo que for estritamente necessário para o desenvolvimento de suas tarefas cotidianas.
Exemplos de racionalização do uso:

ü  lâmpadas utilizadas somente quando necessárias;
ü  quadros de avisos e memorando para leitura coletiva;
ü  racionalizar o uso de papel toalha nos banheiros;
ü  imprimir frente e verso;
ü  na impressão para material de rotina utilize a tinta no modo rascunho;
ü  racionalizar as folhas de impressão;
ü  use água na medida certa;
ü  use papel reciclado;
ü  mantenha próximo de si somente materiais necessários para o trabalho;
ü  guarde os documentos que não estiver utilizando.

É dispor dos materiais de trabalho de forma seqüenciada e que facilite sua guarda, a busca de informações, a disposição de materiais, ferramentas, utensílios, para facilitar o manuseio e colocar cada coisa no seu devido lugar.
A ordenação deve seguir ao princípio da distância presumida entre uma necessidade e o local de guarda de um item. Assim, quanto mais próximo um objeto estiver, a necessidade do objeto deve ser elevada, caso utilize-o esporadicamente, os objetos devem estar dispostos num lugar pouco afastado. E em último caso, quando minha necessidade for baixa, os objetos devem estar dispostos num local mais distante que possa acessar de forma descontínua e breve.
Exemplos de racionalização do uso:
ü  padronizar os procedimentos;
ü  identificar os locais de acesso à organização;
ü  identificar o imobiliário utilizado;
ü  manter a ordem no local do trabalho ao final do expediente;
ü  separar os resíduos de forma a depositar o lixo de forma seletiva;
ü  etiquetar tudo o que for necessário e de forma padronizada.

O Senso se preocupa em acabar com a sujeira, objetos estranhos, evitar elementos que danifiquem equipamentos e que por esta razão não deveriam estar próximo dos locais de trabalho (Ex.: copo com água x computador).
Exemplos de racionalização do uso:
ü  manter os banheiros sempre limpos;
ü  zelar pela limpeza dos objetos que sujou;
ü  limpar o que sujou e arrumar o que bagunçou;
ü  nos objetos de uso coletivos crie uma forma de garantir sua conservação e higiene;
ü  zelar pelos locais de lanche e café.

Praticar ações favoráveis à saúde física e mental das pessoas, evitar a agressividade do ambiente, dar compensações às pessoas no sentido de diminuir um efeito vinculante do trabalho que afeta a saúde e que não pode ser facilmente contornado, evitar agentes poluentes e ter boas condições sanitárias.
Seguem alguns exemplos de racionalização do uso:
ü  praticar esportes, atividades culturais e educativas;
ü  fazer exames periódicos de saúde;
ü  exercite o corpo por alguns instantes no local de trabalho;
ü  evite acidentes de trabalho prendendo fios, observando a posição dos elevadores antes de entrar, não correr em escadas, evitar objetos pontiagudos;
ü  observar os pontos de escape em caso de incêndios e catástrofes;
ü  evitar falar demais, pois os excessos prejudicam a saúde mental das pessoas;
ü  participar das confraternizações em grupo.

É o desenvolvimento da sensibilidade para o autocontrole, pela observação das normas, da ética, das regras e procedimentos. Orientar-se pela paciência, pela persistência na busca de soluções, anseios e aspirações, é ter consciência do que precisa ser feito e fazer com que você mesmo busque desenvolver suas ações sem ser necessário que alguém te lembre disto. Exemplos de racionalização do uso:
ü  administrar bem o tempo;
ü  ser pontual;
ü  seguir as regras de atendimento telefônico da organização;
ü  colaborar na coleta seletiva de lixo;
ü  seguir a Lei 9.294/96 não fumando em lugar fechado;
ü  portar crachá, quando regra da organização;
ü  praticar os princípios do Método 5S.


0 comentários to “Os 5'S da Administração”

Postar um comentário

Obrigado por comentar :)

 

Acadêmicos Marketing Copyright © 2011 -- Template created by Academia marketing -- Powered by Paula Sousa